Porque é que fevereiro só tem 28 ou 29 dias?

Cientista, certamente já notaste que às vezes fevereiro só tem 28 ou 29 dias enquanto que a maioria dos meses ora tem 30 ou 31. Não tens curiosidade de saber porque isto acontece? Hoje vamos explicar-te!

 

Porque é que fevereiro tem 28 ou 29 dias e não 30 ou 31 como os outros meses?

Quantos dias tem um ano? E porquê?

Os anos têm uma duração de 365 dias, mais aproximadamente 365 dias 5 horas, 48 minutos e 48 segundos. Isto corresponde ao intervalo aproximado de tempo que a Terra demora para completar uma volta em torno do Sol, e não poderia ser 366 dias pois sobrariam 6 horas. No calendário gregoriano realiza-se, a cada quatro anos, um ajuste no calendário e adiciona-se mais um dia ao ano (daí o mês de Fevereiro ter 28 ou 29 dias), sendo que este ano se denomina bissexto.

 

O que são anos bissextos?

Um ano bissexto é um ano com 366 dias em vez de 365. A cada 4 anos acrescenta-se um dia, que fica no final do mês de fevereiro.

Este dia a mais é acrescentado, porque um ano não tem 365 mas sim 365,25 dias, então se fizermos as contas, após 4 anos esse “25” dá origem a mais um dia. Assim, ao acrescentar esse dia, em cada 4 anos, este problema é resolvido.

 

Porque é que fevereiro só tem 28 ou 29 dias e não 30 ou 31 como os outros meses?

Nos últimos tempos da sua monarquia, por volta do século VI a.C., os romanos adotaram um calendário baseado nas mudanças de fase da Lua, com 355 dias distribuídos em 12 meses. O ano começava em março e terminava em janeiro, sendo que os meses tinham 29 ou 30 dias. Fevereiro, o décimo-primeiro mês, era considerado de mau agouro e ficou com apenas 28 dias. Mas, durante o Império, em 46 a.C., sob o governo de Júlio César, houve uma mudança significativa: o calendário passou a basear-se no ciclo solar.

Os meses, então, mudaram todos para 30 ou 31 dias, somando 365 no período de um ano. Nesse mesmo período, foi instituído o ano bissexto – mudança inspirada no calendário dos egípcios – com um dia adicional a cada quatro anos.

Em 44 a.C., no segundo ano de vigência do calendário juliano, o Senado decidiu homenagear o imperador e propôs que o mês Quintilis, com 31 dias, passasse a se chamar Julius (julho).

Três décadas depois, em 8 a.C., o nome do oitavo mês, Sextilis, foi mudado para Augustus (agosto), em honra ao então imperador César Augusto, mas como César não podia ter menos dias que o outro, agosto – que tinha originalmente 30 dias –ganhou  mais um, retirado de fevereiro, que ficou com 28 dias. Para manter o critério de alternância do calendário instituído por Júlio César, setembro passou para 30 dias e assim sucessivamente.

Bem mais tarde, já no século XVI, o papa Gregório XIII inaugurou um novo calendário, corrigindo algumas distorções do sistema romano. Mas o calendário gregoriano, adotado até hoje pelo mundo cristão ocidental, não mexeu no número de dias de fevereiro.

 

 Curiosidades:

Sabias que há vários tipos de calendários diferentes pelo mundo, como por exemplo:

  • Calendário Gregoriano
  • Calendário Juliano
  • Calendário Chinês
  • Calendário Judaico
  • Calendário Islâmico
  • Calendário Juche
  • Calendário Etíope
  • Calendário Maia

 

 

Science4you

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *